Olá Visitante, seja bem vindo!
Faça Login ou Registre-se
Artes
Filmes e Séries
Games
Literatura
Música
Quadrinhos
Home > Para Ler > Entrevistas
As Mães de Chico Xavier em filme e livro27. 10. 2011
 
Por Thaís Ferreira
Na foto, cena do filme As Mães de Chico Xavier

Lançado nos cinemas em abril deste ano, o filme As Mães de Chico Xavier, de Glauber Filho e Halder Gomes, chega agora em DVD e Blu-Ray. O longa-metragem é uma homenagem ao centenário de nascimento do médium mineiro, e foi lançado após dois grandes sucessos que tratam de sua vida e obra, Chico Xavier, de Daniel Filho e Nosso Lar, de Wagner de Assis.

O enredo relata a emocionante história de três mães: Ruth (Via Negromonte), cujo filho enfrenta problemas com drogas, Elisa (Vanessa Gerbelli), que tenta superar a ausência do marido dedicando-se integralmente ao filho, e Lara (Tainá Muller), uma professora que enfrenta o dilema de uma gravidez não planejada.

Essas mulheres terão suas vidas mudadas quando se encontram com Chico Xavier. A história tem como foco as cartas psicografadas, e foi baseada em fatos reais que foram contados na obra Por Trás do Véu de Ísis, de Marcel Souto Maior.

No papel do médium está o ator Nelson Xavier, que o interpreta novamente após o sucesso do filme Chico Xavier, de Daniel Filho. O elenco é estrelado ainda por Herson Capri e Caio Blat.

Além de levar mais de meio milhão de pessoas ao cinema, a película teve uma grande repercussão: foi premiada no Brazilian Film Festival, em Los Angeles, com o prêmio de melhor atriz coadjuvante para Tainá Muller.
 
Nelson Xavier no filme As Mães de Chico Xavier

Além disso, a produção ganhou um livro sobre os bastidores. A obra tem o mesmo título do filme e foi organizada pelo jornalista investigativo Saulo Gomes.

Como surgiu a ideia de organizar o livro As mães de Chico Xavier?

Saulo Gomes. Recebemos o convite do produtor do filme Luís Eduardo Girão, da ONG Estação da Luz, do Ceará. Como o tema principal do filme é a perda de entes queridos, algo muito tocante a todas as pessoas, decidimos que o livro deveria ir além dos bastidores do filme, aprofundando esse importante tema. Então, com a participação de uma grande equipe, elaboramos o livro com um conteúdo que apresenta de maneira elucidativa e emocionante a perda de entes amados, desdobrando-se ainda em outros importantes temas igualmente tratados no filme: aborto, drogas e suicídio. O livro apresenta, sim, depoimentos, curiosidades, centenas de imagens e a história da produção do filme, mas vai muito além, ampliando a abordagem sobre os temas do filme por meio de entrevistas e textos de grandes autores como Chico Xavier, Divaldo Franco e Raul Teixeira.
 
Qual foi sua participação durante as gravações do longa?

Saulo Gomes. Não acompanhei as gravações porque o convite para organizar o livro veio depois do filme concluído. Outros dois jornalistas, Ana Karla Dubiela e Júlio Sonsol, acompanharam as filmagens e foram os responsáveis por nos fornecer o conteúdo mais relacionado com a produção do filme. Com o apoio da editora InterVidas, organizamos o conteúdo produzido por outros companheiros e elaboramos extenso novo material, que é estruturado no livro usando o filme como eixo central, ampliando e aprofundando os temas: morte, aborto, drogas e suicídio.

Recentemente, foram lançados vários filmes e livros sobre a vida e a obra de Chico Xavier e muitos deles se tornaram um sucesso de público. A que o jornalista atribui esse fenômeno?

Saulo Gomes. O DVD e o livro Pinga-Fogo com Chico Xavier são um resgate do jornalismo que praticamos desde 40 anos atrás, quando o termo “transcendental” ainda era pouco conhecido. Na ocasião, idealizamos e conduzimos Chico a participar do programa de entrevistas “Pinga-Fogo” da TV Tupi, que marcou a história como a maior audiência de uma produção nacional na TV brasileira, até hoje não superada. Chico Xavier – o filme foi pautado no livro de Marcel Souto Maior e, segundo o diretor Daniel Filho, teve como “fio condutor” a participação de Chico no programa “Pinga-Fogo”. O filme Nosso Lar trouxe para as telas o livro homônimo que é um dos maiores best-sellers do país, destaque dentre os mais de 400 livros produzidos por Chico. Ainda tivemos outros livros, filmes, documentários e produções diversas lançados sobre a vida e a obra de Chico Xavier. Esse fenômeno é o resultado, acredito eu, da busca do ser humano por respostas para as questões que lhe afligem e que o mundo material não lhe soluciona. Ninguém em nosso tempo conseguiu tratar essas questões de maneira mais positiva e consoladora do que Chico Xavier. Daí o interesse do público por conhecer a sua vida e a sua extensa obra retratadas nas mais variadas produções.

Como sua história pessoal com Chico Xavier interveio na produção do livro?

Saulo Gomes. Minha convivência com Chico Xavier, por mais de 30 anos, foi muito além da relação profissional do repórter com o seu entrevistado; foi construída uma grande relação de amizade, confiança e cumplicidade. Essa estreita convivência permitiu-me conhecer aspectos da vida do Chico que são pouco ou sequer conhecidos, dentre eles sua bela história junto às milhares de mães que haviam perdido seus entes amados e que procuravam o Chico em busca de consolo e de razão para viver. Essa minha experiência ao lado do Chico contribuiu para apresentarmos no livro uma visão que reflete a própria vida do Chico. Toda a minha história pessoal com Chico Xavier será mostrada no meu próximo livro, intitulado Nosso Chico, que apresentará relatos, documentos e imagens inéditos. Um grande trabalho de produção, envolvendo ampla pesquisa, está em curso para que o livro seja lançado no próximo ano.
 
Comentários (0)
Comente você também!
Nome

Mostrado junto ao comentário
Email

Não mostrado junto ao comentário
Postar Comentário
CAPTCHA
Copie os caracteres que
aparecem na figura ao lado

Links relacionados
Visite nosso site de vendas
Arquivo
powered by Brado! Networks